Você está aqui  Página Principal  Notícias
NOTÍCIAS
IN MEMORIAM

Morreu o Carlos, o CL Carlos Manuel Venâncio de Sousa. Foi assim, de chofre, que me chegou a notícia do seu passamento. Estivera no seu quarto do Hospital, onde agonizava, paradoxalmente, de modo sereno. Minutos depois, dez ou quinze talvez, era a notícia, brutal, esmagadora

Morreu o Carlos, o CL Carlos Manuel Venâncio de Sousa. Foi assim, de chofre, que me chegou a notícia do seu passamento. Estivera no seu quarto do Hospital, onde agonizava, paradoxalmente, de modo sereno. Minutos depois, dez ou quinze talvez, era a notícia, brutal, esmagadora. Morrera o Carlos, com 54 anos apenas. Morreu como sempre viveu. Serenamente. Com dignidade. Era dia 3 de Agosto de 2009.
Que poderei dizer do Carlos?
Recordo o elogio que lhe fiz no dia em que o Clube lhe fez a entrega do emblema de Companheiro de Melvin Jones, como sinal dos muito serviços que prestara ao Lionismo e à Comunidade. Era a festa da Transmissão de Funções 2004/2005 e a da Irmanação com o LC da Costa do Sol/Carcavelos, em Junho de 2004.
Melhor homenagem não tenho para lhe prestar que a de deixar aqui, no nosso site do Clube, essa minha intervenção.
 
 
“CL Presidente do LC Castelo Branco (Centro),
CL Presidente do LC da Costa do Sol/Carcavelos,
Companheiras e Companheiros:
 
 
Segundo o Livro Sagrado, a Bíblia, “há um tempo para cada coisa que se deseja debaixo do céu:
“Tempo para nascer e tempo para morrer,
Tempo para plantar e tempo para arrancar o que se plantou
Tempo para matar e tempo para curar (…)
Tempo para chorar e tempo para rir (…)
Tempo para calar e tempo para falar (…)
Tempo para amar e tempo para odiar”.
 
Não nos diz o Livro que há um tempo para ser, antes nos pergunta “que proveito tira das suas fadigas aquele que trabalha?”.
Tenho para mim que todos os dias, todas as horas, todos os minutos são tempo para ser, para ser mais homem.
 
Tempo para ser…
 
Mas quem pensa em ser, se outra coisa se não pensa que a de ter? Julgo que este nosso tempo se pode definir pelo tempo em que os homens se afadigam, noite e dia, por abismos e alturas, em ter. Quem tem, tem poder, tem quem o siga, o bajule, o idolatre. Quem tem, opina e ninguém o contradiz, senão a meia voz, que a ira e a perseguição desse homem são implacáveis.
Felizmente que neste nosso tempo também há homens que se afadigam em ser, homens responsáveis, homens de uma só fé e de um só parecer, homens que da corte não são.
 
O Lions Clube de Castelo Branco (Centro) vem distinguindo estes homens responsáveis, homens íntegros, reputados na sua comunidade, como pessoas de bem e idóneas, fazendo à LCIF a doação necessária à atribuição da comenda de Companheiro de Melvin Jones – MJF – aos sócios e a pessoas que se elevaram na consideração de todos nós, pela sua idoneidade moral, pela sua dedicação e disponibilidade para com o Clube e para com a comunidade.
Até hoje foram já entregues pelo nosso Clube 23 Comendas deste galardão, o mais alto que a Fundação Internacional de Lions Clube atribui.
Recordar aqui aqueles que distinguimos parece-me conveniente. Recordá-los, vendo como viveram, vendo como foram, pode ser que o seu exemplo contagie. Foram eles:
Luís Manuel Ribeiro Costa, a título póstumo
Luís dos Santos Rafael, falecido.
José Correia Pires Ferreira, falecido;
Casal Nunes Corria, falecidos;
De entre os vivos recordo:
PPCC José Luís de Brito Rocha – 2 diamantes
PDG Fernando Marques Jorge – 1 diamante
PPCC Aníbal Andrade e Silva
CL Alírio Beirão Lopes Serrasqueiro
CL António Manuel da Costa Bernardo Barata
CL António Maria Felino
CL António Monteiro Borges
CL António Novais Tavares
CL Carlos Henrique Faria Crisóstomo
CL Francisco Dias Alves
CL Francisco Luís Nisa Dias Rato
CL João Marques Pedro
Joaquim Morão Lopes Dias – Presidente da Câmara
Dr. Jorge Manuel Cardoso Gouveia, médico, ex-Lion
CL José Maria Gouveia Ferreira
Engº Manuel Domingues Soares Gonçalves, ex-Lion;
CL Manuel Marques da Silva
CL Paulo Murad.
Nesta lista me incluíram, mas penso cada dia, com mais convicção, que se tratou de um engano.
 
Hoje vamos entregar este galardão a um outro sócio do Clube. Cumpre-se, assim, esta rubrica do Programa da CL Presidente.
Quem é este novo MJF?
É costume referir as razões do mérito do escolhido e só depois revelar o seu nome. Hoje o método é inapropriado. Mal se revelasse uma das razões, logo estaria identificado. Ainda me ocorreu começar por perguntar quem o apadrinhou no Clube, o que nada diria. Poderia ainda dizer que é um sócio que tem dignificado o Clube, que é um sócio que tem dado muito do seu tempo e do seu dinheiro ao Clube, que é um sócio de quem se espera ainda total disponibilidade e entrega a favor do Clube, que é um sócio que já foi Presidente do Clube. E, dito isto, seguro era que o novo MJF não estava ainda identificado, tantos são os sócios que reúnem todos estes predicados..
Mas se dissera que …
Companheiros, o novo MJF é o CL Carlos Manuel Venâncio de Sousa.
Se tivesse dito que foi um dos obreiros do XI Fórum Luso Brasileiro, se dissera que é o actual Presidente da Divisão 1, se tivesse dito que é o Director das Convenções de 2006, todos o teríamos de pronto identificado.
Dito isto, fica dito que na sua escolha pelo colégio dos Companheiros de Melvin Jones do Clube pesou e muito o seu curriculum lionístico. Todos os MJF que participaram nessa reunião tiveram esse currículo presente, enaltecendo a sua disponibilidade e entrega de corpo e alma.
Mas pesaram também as suas qualidades humanas e profissionais.
Quem é o CL Carlos Manuel Venâncio de Sousa?
 
Eu estou pouco à vontade para aqui desenhar, ainda que sucintamente, o seu perfil humano, familiar e profissional, casado que se encontra com a Cª Elsa Maria Beirão Rafael Venâncio de Sousa, minha sobrinha.
Felizmente que o CL Carlos Venâncio é bem conhecido nesta nossa Cidade de Castelo Branco, o que dá a garantia de que não posso referir senão o que tiver o cunho da verdade.
 
 
Temos umas dúzias de Lions dedicados ao Clube e ao ideal; temos Companheiros que sabem que as sextas-feiras são do Clube e não aceitam para esse dia qualquer compromisso, salvo de trabalho imposto, fiéis que são ao compromisso que assumiram no dia da posse.
Há muito que penso que temos de fazer uma festa anual no Clube, festa em que cada Companheiro renove os compromissos que tomou no dia da posse. Estão tão esquecidos deles alguns Companheiros, que de certo já nem sabem que por sua livre vontade se obrigaram a participar activamente em toda a vida do Clube.
 
Há umas dúzias de autênticos Lions no nosso Clube. Repito-o sem receio de ser desmentido.
O CL Carlos Venâncio é um desses Companheiros. Em meu parecer, no parecer da Comissão que o indigitou, por unanimidade, em nome do Clube para lhe ser atribuído o mais alto galardão da Fundação Internacional de Lions Clubes, o Companheiro Carlos Venâncio é Lion de corpo e alma, é Lion pela tolerância de que tem dado provas, é Lion pela humanidade com que vive a vida, é Lion pela grandeza de alma que perdoa e esquece a afronta e a injustiça, é Lion pela sensibilidade de olhos meninos, que se enevoam e choram perante a infelicidade dos carentes, é Lion pela simplicidade de trato, é Lion pela dedicação ao seu Clube e ao ideal lionístico, é Lion pela disponibilidade e entrega ao serviço do Clube e da Comunidade, é Lion porque faz do Código de Ética a sua maneira de estar na vida e não uma ladainha que se diz e não se sente.
O CL Carlos Venâncio é um daqueles homens responsáveis que se afadigam em ser, é um daqueles homens de uma só fé e de um só parecer, que homem da corte não é. É homem de poucas falas, homem cujo silêncio e cuja praxis dizem mais que mil palavras.
Em meu parecer e no parecer da Comissão que indigitou o seu nome, tudo isto é o nosso Companheiro Carlos Venâncio, o nosso novo MJF.
Parabéns, Companheiro Carlos Venâncio, pela alta distinção que lhe confere a Fundação Internacional de Lions Clubes, por indicação do nosso Clube.
Há sem dúvida outros Companheiros no nosso Clube que fazem igualmente jus a esta distinção. Merecem-na, desde há muito. Infelizmente não temos capacidade para entregar mais que uma comenda em cada ano.
Este ano coube-lhe a si, pelo seu perfil humano e pelo seu perfil lionístico.
Se eu quisera uma prova - e há coisas que não necessitam de provar-se, por evidentes que são - se eu quisera uma prova, iria tirá-la do seu desempenho na equipa do XI Fórum Luso Brasileiro. Se eu quisera uma outra prova, traria aqui, a confiança em si depositada por quantos, e nisso o PCC Brito Rocha tem uma elevada quota de responsabilidade, lhe conferiram o cargo de Director das Convenções de 2006, a realizar em Castelo Branco.
                       
Não me alongarei no seu perfil lionístico. Não falarei no seu desempenho, empenhado e responsável, como presidente da Divisão 1, no ano lionístico a findar. Não falarei também na sua colaboração na angariação de publicidade para o Boletim Informativo do Clube, nos últimos cinco anos. Sem menosprezar a colaboração empenhada de outros Companheiros, que deve ser posta em relevo – pelo que me permito recordar aqui os Responsáveis pela Página da Saúde, CL Carlos Crisóstomo, pela Página das Companheiras, Cª Mena Barata e também o CL António Barata (onde está um, está a outro), e pela Página Leo, CLeo Rita Calmeiro -, não fora a publicidade angariada por si e pelo CL Alírio Serrasqueiro, outro MJF, e o Boletim teria parado há muito. Não falarei no seu apadrinhamento de sócios do Clube. Não falarei no seu ano com Presidente do Clube, ano cujos objectivos foram plenamente alcançados e ultrapassados. Devotou-se o CL de tal modo à causa do Clube e do Lionismo que me lembrei repetidamente da sentença de Cristo que se lê em Mateus, 6, 21: “ Onde está a tua riqueza, aí está o teu coração”.
 
Termino.
Companheiros de LC de Castelo Branco, Companheiros do LC da Costa do Sol / Carcavelos, Senhores Convidados: tributemos ao novo MJF uma salva de palmas. Parabéns, Carlos Venâncio. Parabéns, Companheira Elsa Maria”.
Desde então, a data da entrega do emblema de MJF, até agora, a hora da sua morte, o CL Carlos Venâncio continuou a ser o Lion e o Homem que todos conhecemos e tivemos a dita de ter por Amigo: Homem autêntico; Lion de corpo e alma.
Nesta hora de muita tristeza, a equipa do site e o Clube associam-se à dor da Família do CL Carlos Venâncio, à dor da mulher, a Elsa Maria, à dor dos filhos, a Maria Isabel e o José Carlos. E pede ao Senhor que o receba no seu seio e lhe dê o descanso eterno.
06.08.2009
CL Alves Pacheco.
 

 

Newsletter
  Nome
  E-mail
 
 
CAMPANHAS