Você está aqui  Página Principal  Notícias
NOTÍCIAS
A NOSSA FESTA DE NATAL DE 2009

No dia 18 de Dezembro, o Lions Clube de Castelo Branco celebrou a Festa de Natal dos Sócios e Familiares, na assembleia mensal de jantar, com a presença de 35 Companheiros e um Convidado do Clube, o Revdo Padre Sanches, missionário Redentorista

No dia 18 de Dezembro, o Lions Clube de Castelo Branco celebrou a Festa de Natal dos Sócios e Familiares, na assembleia mensal de jantar, com a presença de 35 Companheiros e um Convidado do Clube, o Revdo Padre Sanches, missionário Redentorista, que pela sua acção de largos anos, na cidade., é credor do nosso respeito, do nossa admiração e do nosso agradecimento. A Obra Social lançada pelo Padre Saches é vivo testemunho do que dizemos tão sucintamente.
Pelas 21, horas o Presidente do Clube PCC Fernando Marques Jorge, declara aberta a sessão, “ em nome de Deus e pela grandeza da Pátria”, convidando para saudar a Bandeira do Clube o CL António Felino, a Bandeira do Município o CL Paulo Murad e a Bandeira Nacional o CL Alves Pacheco. Leu a Invocação a CL Margarida Tavares Conceição e o Código de Ética o CL Pedro Pitté. Dirigiu a sessão o Directo Social, CL António Maria Felino, que se houve com sobriedade e deu à Festa o ambiente digno que a envolveu até final.
Cumprido o momento de trabalho com a leitura e aprovação, por unanimida, da acta da sessão anterior, e leitura da correspondência pelo Secretario, CL José Maria Gouveia Ferreira, e com a apresentação da situação financeira do Clube pelo Tesoureiro CL Dias Alves, teve lugar o momento por todos aguardado, da palestra sobre a Família pelo Revdo Padre Sanches. A CL Isabel Jorge leu entretanto um poema de Alexandre O’Neil, sobre o Natal, sendo aplaudidos o poema e a conseguida interpretação.
O Presidente fez a apresentação do palestrante, que, disse, não necessitava de ser apresentado, conhecido que era de todos os presentes, pela sua humanidade, abnegação e dedicação à causa dos pobres e das crianças da cidade.
Foi agradável ouvir o palestrante. Naquele seu estilo vibrante e, emocionado, enamorado até de quanto vai transmitindo, o Revdo Padre Sanches lembrou os últimos Papas destacando o enorme e sublime pontificado de João Paulo II, o Papa que nos deixou uma maravilhosa Encíclica, dedicada à Família, a Familiares Consortio. Nesta Encíclica, João Paulo II, diz o Revdo Padre Sanches, são tratadas todas as questões que dizem respeito à Família do nosso tempo. É um documento, disse o Revdo Padre Sanches, cuja leitura é obrigatória e que ninguém, seja crente ou não, seja católico ou não, deve deixar de ler e meditar. A crise que vivemos deve-se, disse o Revdo Padre Sanches, à destruição que dela desde há muito vem sendo feita, com a facilidade dos divórcios - é mais fácil divorciar-se que romper um contrato qualquer -, com a legalização do aborto, com a o anunciado casamento dos homossexuais e, não tardará muito, com a da eutanásia. Terminou o Revdo Padre Sanches a sua palestra com a evocação da Família de Nazaré e com a sentença do Papa João Paulo II: “Família, torna-te naquilo que és”, acrescentado, na imagem da Santíssima Trindade.
A Assembleia aplaudiu vivamente.
O CL Presidente agradeceu e felicitou o Padre Sanches, pela sua extraordinária dissertação e fez-lhe entrega de algumas recordações desta nossa Festa de Natal.
O Directos Social fez entrega da sessão ao CL Presidente que deu a palavra à Directora Crítica, a CL Maria Eugénia, que enalteceu a forma como a Assembleia decorreu e o momento alto da palestra, felicitando o Revdo Padre Sanches.
Servido o Bolo Rei com Porto, o CL Presidente fez oferta a todos os Companheiros de Serigrafias da pinturas de A Subtil e Mário Costa. A nossa gratidão ao PCC Fernando Jorge, por estew seu gesto de afecto e de amizade. Bem haja, Companheiro.
Newsletter
  Nome
  E-mail
 
 
CAMPANHAS